Pedra na Vesícula

vesicula.com.br

O principal componente da bile é a água, mas vale a pena destacar também o colesterol, os sais biliares e os bilirrubinatos. Essa solução, como todas as outras, quando fica saturada, se precipita. Se colocarmos um pouquinho de açúcar num copo com água e misturarmos bem, ele se dissolve completamente. Porém, se adicionarmos mais açúcar, ele acabará se sedimentando no fundo do copo. A mesma coisa acontece com a bile hipersaturada com sais biliares e colesterol, cujos cristais se precipitam e vão compor os cálculos biliares.

Dados indicam que aproximadamente 10% da população irá formar pedras na vesícula. Essa incidência, porém, é variável. As mulheres em idade fértil, obesas e por volta dos 40 anos são as que têm maior propensão à formação de cálculos. Provavelmente, o estrógeno atua não só na descarga das substâncias que se precipitam, especialmente o colesterol, como também provoca certo relaxamento da vesícula biliar causando acumulo de bile na vesícula e dessa forma facilitando a sedimentação dos sais biliares e do colesterol. Sabe-se que durante a gestação as mulheres estão mais propensas a formação de cálculos na vesícula.

 

Sintomas

Os cálculos da vesícula biliar são assintomáticos no início e quase sempre são diagnosticados acidentalmente nessa fase durante um exame de rotina ou para acompanhamento de outra doença.

Porém, com o avançar do número e do tamanho dos cálculos o paciente passa a apresentar principalmente intolerância a alimentos gordurosos, como frituras, gema de ovo, carne gorda, etc. Isso acontece porque o alimento gorduroso estimula a contração da vesícula, que quando repleta de cálculos ou com um cálculo grande, provoca mal-estar, dor localizada no lado direito do abdômen, dor de cabeça e até distensão abdominal. Enjoo é outro sintoma muito frequente e algumas pessoas chegam a vomitar.

Quando o cálculo migra (sai) da vesícula biliar para o ducto hepático (canal do fígado) o paciente pode apresentar icterícia (olho amarelo), fezes esbranquiçadas e urina escura (cor de mate ou coca-cola).